10 de dezembro de 2014

PERSEGUIÇÃO ÀS TESTEMUNHAS DOS DEUSES SANTOS: QUAL O MOTIVO?

A
A pregação das boas novas por parte das ungidas
 Testemunhas dos Deuses santos têm despertado
 a fúria de perseguidores?
CHA que pessoas deviam ser perseguidas por causa da sua religião? Provavelmente não — a menos que elas interfiram nos direitos de outros. Todavia, a perseguição religiosa já é bastante conhecida de todos e, mesmo nestes tempos mais esclarecidos, ainda acontece. É exatamente isto o que nós, Testemunhas dos Deuses Santos, estamos sofrendo nestes últimos quatro dias. Desde 2010, tempo inicial de nossas atividades cristãs via internete, já tivemos mais de quatro perfis de rede social desativados. Isso significa que nossos direitos básicos de nos comunicar com as pessoas estão sendo frequentemente privados e isto constitui uma crueldade, uma forma de perseguição cruel e criminosa. Quem estaria por trás da perseguição imposta a nós, sinceros e humildes cristãos que só querem compartilhar a fé com as pessoas de modo virtual, sem incomodá-las pessoalmente nas manhãs de descansos, aos sábados e domingos?

OS PERSEGUIDORES
   Quem estaria por trás da perseguição imposta a nós, apagando nossos perfis de rede social, sobretudo no Feice Buque (do inglês “FaceBook”)? É certo que somente os do próprio Feice Buque têm tanto a autoridade quanto o poder de fazerem isso. Mas, por que fariam isso? Eles não têm motivos para isso. Muito pelo contrário, eles querem que mais pessoas entrem em sua página e interajam com mais pessoas. Seus diretores — na verdade todos os envolvidos nesta mega empresa — ganham com isso. Assim, não há por que desconfiarmos dos próprios diretores ou moderadores do Feice Buque. Suas normas indicam que somente quando alguém utiliza seus serviços para fins criminosos ou ilegais é que são punidos. Mas, visto que esse não é o nosso caso, temos de buscar os verdadeiros culpados por trás da perseguição.

   Poderiam os do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová — os únicos homens verdadeiramente interessados em perseguir-nos — estarem por trás dessas perseguições? E caso sejam eles mesmos, como fazem isso? Por qual razão os diretores do Feice Buque permitiriam que esses homens interferissem na sua rede social? Os do Corpo dos Governantes têm muito poder financeiro. Recentemente eles venderam suas propriedades da Sede Mundial por bem mais que 700 milhões de dólares.* Estariam eles por trás da perseguição a nós imposta, oferecendo propinas para que os mantenedores do Feice Buque apaguem nossos perfis públicos na tentativa de nos fazer calar, assim como seus coiguais, os do Corpo dos Governantes judaico tentaram fazer com os cristãos do primeiro século? Não temos como afirmar isso, mas é significativo que somente eles têm tanto poder financeiro quanto a necessidade disso.

Seriam os do Corpo dos Governantes os perseguidores
 que pagam para que se apaguem nossos perfis da
 rede social Feice Buque?
   É curioso que foi somente depois de termos lançado o último número de Cempertai! “As Redes Sociais e o Impacto das ‘Boas Novas do Reino’” que o meu perfil no Feice Buque, que já estava ativo por bem mais de um ano, sim, operante desde setembro de 2013, fora fechado inesperadamente neste último domingo, 07 de dezembro de 2014. Teria sido o efeito do lançamento da revista Cempertai! e sua matéria reveladora sobre o ódio e cisma dos do Corpo dos Governantes contra as redes sociais e seu medo mórbido de que seus governados venham a conhecer as verdades bíblicas por nosso intermédio a causa do fechamento do meu perfil? De uma coisa podemos ter certeza: somente eles teriam interesse em fazer isso. Lembro-me que o último perfil que eu tive, antes do mencionado, foi um que abri em setembro de 2012, mas que foi fechado depois do lançamento de um dos números de A Continela que denunciava o homem que é contra a lei, o filho da destruição.# Teria também ele sido fechado devido à perseguição religiosa? Até quando teremos nossos perfis de redes sociais apagados por perseguidores religiosos?

PERSEGUIÇÃO — ATÉ QUANDO?
   Atos dos apóstolos, um dos livros das Escrituras que mostra o progresso da propagação das boas novas do reino dos Deuses, relata que, quando os cristãos estavam em bastante evidência em seu ministério, surgiu então a perseguição. Atos 8:1 diz: “Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a congregação que estava em Jerusalém; todos, exceto os apóstolos, foram espalhados através das regiões da Judéia e de Samaria”.

   É evidente que a pregação e modo de vida das Testemunhas dos Deuses Santos, livres do religionismo e das ‘gaiolas que prendem’ os que ‘preferem obedecer a homens em vez de aos Deuses’, incomoda aos que se ‘assentaram na cadeira do Moisés Maior’, os que ‘dominam outros para prejuízo’. Mas até quando? Jeová têm sido benevolentes com tais perseguidores e têm dado tempo para se arrependerem dos pecados deles e este tempo se estende ainda por mais 3 anos — até 2017. O que lhes ocorrerá depois daquele dia, caso não se arrependam do erro e voltem a praticar o bem? Quem viver verá. — Jer. 5:27; Atos 15:28, 29; Ecl. 8:9.
__________
  * Na verdade as propriedades pertencem a Jeová, pelo menos é o que eles sempre têm dito a nós Testemunhas. Veja isso nosite de um irmão nosso. Anteriormente eles haviam vendido um hotel e, portanto, o dinheiro arrecadado com todos os imóveis já vendidos nestes tempos podem chegar à casa dos 7 dígitos. Veja a matéria “Eu não vendi nada”.
  # Recentemente descobrimos que há um espião nos observando através da internete desde o bairro de Mountain View, em São Francisco na Califórnia. Seria ele um espião a mando dos do Corpo dos Governantes e que intentam perseguições mais diretas para os dias à frente? Estamos confiantes em Jeová nossos Deuses que ‘nenhuma arma que se levantar contra nós, servos de Jeová que o sevem de modo independentes de religionismos, será bem sucedida’. — Isaías 54:17.



21 de novembro de 2014

O JOIO E OS LOBOS EM ATUAÇÃO

O
Aprenda algo sobre a atuação dos semelhantes
ao joio e aos lobos
 APÓSTOLO PAULO avisou que depois da sua partida surgiriam “lobos opressivos” dentre os que andam no "Caminho" e estes “[falariam] coisas deturpadas, para atrair a si os discípulos”. (Atos 20:29, 30; 9:2) Eles (os lobos) também declarariam conhecer os Deuses Santos, mas, na prática, os “repudiariam pelas suas obras”. Tito 1:16.

  O apostolo Pedro, igualmente, frisou que ‘falsos instrutores introduziriam heresias perniciosas no seio dos discípulos’ pertencentes ao "Caminho". Também disse que tais instrutores levariam pessoas a falar de modo ultrajante dele. 2 Ped. 2:1, 12.

A REAÇÃO DO SENHOR E A IDENTIDADE DO JOIO E LOBOS
Como o Senhor Jesus reage caso os do seu "Caminho" deixam deliberadamente sua "Palavra"? (João 8:31,32) Eis a sentenciosa resposta: “Todo aquele, pois, que confessar perante os homens estar em união comigo, eu também confessarei perante meus Pais, que estão nos céus, estar em união com eles; mas aquele que me repudiar perante os homens, eu também o repudiarei perante meus Pais, que estão nos céus." (Mateus 10:32,33) Todavia, o Senhor não repudiará ninguém que comete um erro circunstancial. Por exemplo, embora tivesse negado (circunstancialmente) o seu Senhor, o apóstolo Pedro não foi repudiado. (Mateus 26:69-75; João 21:15-19) No entanto, o Senhor não perdoará os que de maneira deliberada, altiva e persistente são identificados quais “joio” e “lobos” pelos seus frutos. Mateus 7:15,16.

O JOIO E OS LOBOS NOS PRIMÓRDIOS
Quando o joio e os lobos começariam a repudiar, na integra, o Senhor? Uma parábola proferida pelo Senhor responde esta questão nos seguintes termos: “Enquanto os homens dormiam, veio seu inimigo e semeou por cima joio entre o trigo, e foi embora. Quando a lâmina cresceu e produziu fruto, apareceu também o joio. Vieram assim os escravos do dono de casa e disseram-lhe: ‘Amo, não semeaste excelente semente no teu campo? Donde lhe veio então o joio?’ Disse-lhes ele: ‘Um inimigo, um homem, fez isso.’ Disseram-lhe: ‘Queres, pois, que vamos e o reunamos?’  Ele disse: ‘Não; para que não aconteça que, ao reunirdes o joio, desarraigueis também com ele o trigo.  Deixai ambos crescer juntos até a colheita; e na época da colheita direi aos ceifeiros: Reuni primeiro o joio e o amarrai em feixes para ser queimado, depois ide ajuntar o trigo ao meu celeiro.’” Mateus 13:25-30.

  Eis a explicação desta profética parábola: “Despedindo então as multidões, entrou na casa. E vieram a ele os seus discípulos e disseram: ‘Explica-nos a ilustração do joio no campo.’ Em resposta, ele disse: ‘O semeador da semente excelente é o Filho do homem; o campo é o mundo; quanto à semente excelente, estes são os filhos do reino; mas o joio são os filhos do iníquo, e o inimigo que o semeou é o Diabo. A colheita é a terminação dum sistema de coisas e os ceifeiros são os anjos. Portanto, assim como o joio é reunido e queimado no fogo, assim será na terminação do sistema de coisas. O Filho do homem enviará os seus anjos, e estes reunirão dentre o seu reino todas as coisas que causam tropeço e os que fazem o que é contra a lei, e lançá-los-ão na fornalha ardente. Ali é que haverá o seu choro e o ranger de seus dentes. Naquele tempo, os justos brilharão tão claramente como o sol, no reino de seu Pai. Escute aquele que tem ouvidos’.” (Mateus 13:36-43) Passado algum tempo, o apóstolo Paulo se referiu também ao "joio" quando escreveu sua segunda carta aos tessalonicenses. 2 Tes. 2:2-12.

  Digno de elogio enquanto ainda estavam vivos os apóstolos do Senhor refreavam a atuação do "joio", que passaram a atuar libertinamente em todos os palcos. (Revelação [Apocalipse] 2:1-29; 3:1-22) Até que, por fim, o saliente "joio" pluralizou-se, transformando-se em organizações religiosas com várias ramificações questionadas. João 4:21-24.

COMO SER DIFERENTE DO JOIO E LOBOS DA ATUALIDADE?
  Os fatos históricos, fora e dentro da Escritura inspirada, atestam que desde a morte dos apóstolos o Senhor está a par do que tem sido feito em nome do "caminho, da verdade, e da vida". (João 14:16; Mateus 28:18-20) Por isso, nós temos fé que o Senhor continuará a auxiliar os verdadeiramente cristãos semelhantes a "trigo", sendo que os mesmos existem e congregam-se numa atmosfera atípica também.* Apesar de vivermos [cada vez mais próximos dos] “tempos críticos, difíceis de manejar”,# os semelhantes ao "trigo" tem trabalhado, “não pelo alimento que perece, mas pelo alimento que permanece para a vida eterna”. (Mat. 24:12; 2 Tim. 3:1-13; João 6:27) Neste trabalho, entre várias atribuições e tarefas, se requer de cada envolvido “[certificar-se] de todas as coisas”, “[apegando-se] ao que é excelente”, ao passo que “[se abstém] de toda forma de iniquidade”. 1 Tes. 5:21,22; Pro. 25:4,5.
  Portanto, quais santas Testemunhas dos Deuses Santos, mantenhamos-nos diferentes do iníquo joio, cujos proeminentes vigários do religionismo atual organizado são os principais grandes lobos em peles de ovelha. Ezequiel 22:26-28; Mateus 7:15.
_______________________
   * Para entender, o que é congregar-se numa atmosfera atípica, conheça o blog Contexto Bíblico, só para não me alongar.

  # Pensava-se até recentemente que os “últimos dias” eram mesmo os tempos apontados pelos do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová. Porém, tendo em vista que eles chegaram a tais conclusões à base da crença de que 1914 fora o tempo marcado para a entronização do Rei Jesus no seu reino, mas que uma profunda pesquisa feita por aquele que “pesquisa todas as coisas, até mesmo as coisas profundas dos Deuses”, o últimonúmero de A Continela apontou o embuste que é tudo aquilo. Assim, temos de entender e aceitar o fato de que os “últimos dias” ainda estão à nossa frente e que não sabemos quando se iniciará. Estejamos à espera de Jeová, humildemente reconhecendo que ele fala pelos seus servos através de seu espírito no tempo devido. ― 1 Cor. 2:10; Amós 3:7.







23 de outubro de 2014

COMPARTILHE AS BOAS NOVAS DO REINO SEM MEDO

J
Á SE SENTIU desqualificado para divulgar, mesmo que seja pelo simples clicar de dedos, compartilhando as novas do Reino dos nossos Deuses santos por se sentir uma pessoa acanhada? Nesse caso, o exemplo de Amós, um profeta da Bíblia, pode ser de muito encorajamento para o irmão ou para a irmã. Ele era criador de ovelhas e trabalhava ocasionalmente nas fazendas vizinhas, mas os Deuses Jeová o fortaleceu para sair divulgando uma mensagem importante, e olha que ele não tinha a internete para simplesmente clicar e compartilhar a mensagem! (Leia Amós 1:1; 7:14, 15) De modo similar, em nossos dias, Nossas Deuses santos Jeová têm usado irmãos simples e até os que se dizem acanhados.

   Em sua 1ª Carta escrita aos irmãos da cidade grega de Corinto, o apóstolo Paulo disse mais ou menos assim: ‘Os Deuses escolheram as pessoas mais acanhadas do mundo, para causar vergonha aos que se acham mais espertos; e os Deuses escolheram essas pessoas acanhadas do mundo, para envergonhar as que se acham mais fortes; e os Deuses escolheram as pessoas mais ralés do mundo e as que são desprezadas pelos que se acham mais nobres, “as pessoas que nada são”, como diriam estes, para calar as bocas de tais, a fim de que nenhuma pessoa se ache diante dos Deuses.’ (1 Cor. 1:27-29). Isto tudo sublinha um fato muito importante: você pode sim tornar-se uma das Testemunhas dos Deuses Santos mais ativa que muitos outros, uma vez que, tendo uma conta em alguma rede social da internete, poderá compartilhar as boas novas do Reino dos Deuses por simplesmente clicar em “compartilhar”. Portanto, use esse recurso para ‘alegrar os corações de nossos Deuses’! — Veja Provérbios 27:11.

   Que outras lições relacionadas ao trabalho de divulgação das boas novas do Reino dos Deuses santos nós podemos aprender do profeta Amós? Continue firme diante de oposição: Quando Amazias, um homem que adorava os bezerros nos tempos de Amós, sendo ele um dos sacerdotes falsos da época, ouviu Amós profetizar, ele retrucou, como que dizendo: ‘Vá para sua casa homem! Deixe-nos em paz! Nós já temos nossa religião!’ (Leia Amós 7:12, 13) Quando este mesmo perseguidor pediu ao Rei Jeroboão para proibir a obra de Amós, Amazias distorceu as palavras do profeta, dizendo ao Rei que ‘Amós falava mau do rei’. — (Leia Amós 7:7-11) Mas Amós não se deixou intimidar. Hoje, os do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová, através de seus mensageiros e protetores, os Anciãos e Servos Ministeriais, que agem ‘quais amos da fé dos crentes', têm procurado meios de perseguir o povo dos Deuses Jeová. (Leia 2 Cor. 1:24) No entanto, Jeová, nossos Deuses, nos têm dado garantias de que nenhuma ‘arma forjada contra nós’ será bem-sucedida. — Leia Isaías 54:17.

DIVULGUE OS JULGAMENTOS DOS DEUSES E AS BÊNÇÃOS FUTURAS.
Embora Amós tivesse profetizado o julgamento contra um reino cheio de falsos adoradores de sua época, ele concluiu o livro bíblico que leva seu nome com a promessa de que Jeová, seus Deuses, resolveriam as questões e trariam muitas bênçãos. (Leia Amós 9:13-15) Nós também falamos sobre o “dia do julgamento”, que os Deuses trarão aos perversos deste mundo, mas essa é apenas uma parte das “boas novas do reino” que divulgamos. (Leia 2 Ped. 3:7; Mat. 24:14) Por destruir os maus no Armagedom depois do ano 2200, nossos Deuses Jeová abrirão finalmente o caminho para que a Terra seja transformada num paraíso. — Leia Sal. 37:34.
 

   Sem dúvida, compartilhar a mensagem do Reino via internete é muito simples, mas fazer isso neste que é um mundo repleto de opositores testa nossa determinação de viver à altura de nossa missão diante dos nossos Deuses Jeová e de fazer a vontade Deles. (Leia João 15:19) Mas temos certeza de que os Deuses Jeová continuarão a nos capacitar para fazer sua vontade, assim como fizeram no caso de Amós. (Leia 2 Cor. 3:5). Portanto, irmãos e irmãs, não pense que sua simplicidade ou acanhamento possa impedi-la de ser uma de nossas irmãs e de compartilhar as verdades do reino para todos os seus amigos do Feice Buque. Faça isso e sentirás a alegria de ajudar muitas pessoas a adquirir a salvação. — Leia João 17:3